Início do conteúdo
Projetos de Meliponicultura desenvolvidos no IF Baiano Campus Serrinha
Última atualização: 19/03/2019 - 12:00 horas | Data de publicação: 08/03/2019 - 18:37 horas

O curso de Licenciatura em Ciências Biológicas do IF Baiano Campus Serrinha possui, atualmente, dois projetos de extensão em andamento que têm como objeto central a Meliponicultura, que consiste na criação de abelhas sem ferrão. Sendo um proveniente do edital Pró-Extensão e outro fomentado pelo PIBIEX, tendo como títulos: “A meliponicultura como uma proposta socioambiental para o semiárido” e “A meliponicultura comunitária como estratégia de desenvolvimento rural sustentável no território do sisal”, respectivamente.

Ambos os projetos são coordenados pela professora Jaqueline Figuerêdo Rosa, doutora em Ecologia, e têm a participação de discentes do curso, sendo dois bolsistas e alguns voluntários. A professora Jaqueline, (em entrevista concedida) afirma que os projetos se complementam, e que têm como objetivo central “o estímulo e desenvolvimento de abelhas sem ferrão no território do sisal.”. Afirma ainda que, os projetos se subdividem em duas frentes de atuação, sendo elas: a implantação dos meliponários no Campus e a criação de um plano de desenvolvimento da meliponicultura no território do sisal.

Segundo Jaqueline Rosa, o processo de implantação dos meliponários já está em andamento, com previsão para os próximos dias já ser executada a compra dos materiais necessários para a confecção. Quanto ao plano de desenvolvimento, serão necessárias duas ações para a efetivação deste. Uma delas é o mapeamento dos criadores de abelha sem ferrão no território, tanto aqueles que ainda mantém os meliponários, quanto aqueles que já tiveram, para a partir disso, realizar um diagnóstico rural participativo, e

então essas pessoas que criam, ou que já criaram, e tiverem interesse em participar a gente vai, por meio de oficinas, elaborar um diagnóstico, que visa levantar os principais problemas para a criação de abelhas sem ferrão aqui no território do sisal, para a partir disso buscar soluções para poder resolver esses problemas.
(Fala da professora Jaqueline Figuêredo Rosa, em entrevista coletada no dia 25/02/2019)

A professora lembra também que os discentes engajados têm realizado a maioria das atividades, desde os estudos teóricos até a parte prática, tendo ela como a orientadora, porém, são eles os “verdadeiros protagonistas dos projetos.”

Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia Baiano – Campus Serrinha

Estrada Vicinal de Aparecida, s/n, Bairro Aparecida, Serrinha – Bahia, CEP: 48700-000

Diretor: Leandro dos Santos Damasceno
E-mail: gabinete@serrinha.ifbaiano.edu.br

Telefone: (71)3186-0021

Ir para o Topo