Início do conteúdo
Engenharia Agronômica

Engenharia Agronômica

Curso: Engenharia Agronômica

Período / Turno: Integral

Carga Horária: 4130 horas

Tempo para Integralização: Mínimo de 5 anos / 10 semestres. Máximo de 9 anos / 18 semestres

Modalidade: Bacharelado

Perfil do Egresso:

De acordo com os enunciados da Resolução Nº 1.010 do CONFEA, de 22 de agosto de 2005; e da Resolução do CNE/CES Nº 1 de 2 de fevereiro de 2006, o (a) Engenheiro (a) Agrônomo deverá ser:

• Um profissional com formação generalista técnico-científica, com visão crítica e humanística atento aos aspectos sociais e de sustentabilidade, dentro de princípios éticos;
• Capaz de adaptar-se, de modo flexível e criativo para a resolução de problemas, considerando seus aspectos tecnológicos, políticos, econômicos, sociais, ambientais e culturais;
• Habilitado a analisar e a reconhecer as especificidades regionais e locais e correlacioná-las ao contexto nacional e mundial da produção de alimentos, atuando como agente de mudança na gerência d

e sistemas produtivos de forma inovadora, valorizando e contribuindo para a equidade na distribuição da renda, a valorização das culturas locais e o respeito ao meio ambiente;
• Capaz de articular-se entre pesquisa, ensino e extensão nos diversos níveis de graduação e pós-graduação;
• Apto a prestar consultoria a instituições públicas e privadas tendo como esteio os princípios agroecológicos, a sustentabilidade, a defesa dos recursos naturais e a responsabilidade ambiental;
• Capaz de atender as demandas de diversas comunidades e as questões etnicorraciais promovendo a inclusão social;
• Capaz de reconhecer a contribuição da agricultura campesina e familiar, levando em conta sua inserção nas comunidades assentadas, quilombolas, indígenas e ribeirinhas, bem como sua relação com o desenvolvimento local/regional do Extremo Sul da Bahia;
• Atento às necessidades e desafios do agronegócio, compreendendo e acompanhando as tendências, especificidades e inovações na sua área de atuação de maneira a promover o desenvolvimento local e regional.

Áreas de Atuação:

Compete ao Engenheiro Agrônomo desempenhar as atividades profissionais previstas na Resolução nº 1, de 02 de fevereiro de 2006 do CNE/CES, e atuar nos seguintes setores:

• Agrometeorologia e Climatologia;
• Avaliação e Perícias;
• Biotecnologia, Fisiologia Vegetal e Animal;
• Topografia, Geoprocessamento e Geore

ferenciamento;
• Comunicação, Ética, Legislação, Extensão e Sociologia rural;
• Construções Rurais;
• Paisagismo, Floricultura, Parques e Jardins;
• Economia, Administração Agroindustrial, Política e Desenvolvimento Rural;
• Energia, Máquinas, Mecanização Agrícola e Logística;
• Genética e Melhoramento animal e vegetal;
• Manejo e Produção Florestal;
• Zootecnia e Fitotecnia;
• Gestão Empresarial, Marketing e Agronegócio;
• Hidráulica, Hidrologia, Manejo de Bacias Hidrográficas, Sistemas de Irrigação e Drenagem;
• Manejo e Gestão ambiental;
• Microbiologia;
• Fitossanidade;
• Sistemas Agroindustriais;
• Solos, Manejo e Conservação do Solo e da Água, Nutrição de Plantas e Adubação;
• Técnicas e Análises experimentais;
• Tecnologia de Produção, Controle de Qualidade e Pós-Colheita de Produtos Agropecuários.

Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia Baiano – Campus Teixeira de Freitas

Rodovia BR 101, Km 882, s/n, CEP. 45.985-970, Caixa Postal 66

Tel.: (73) 3665 -1031/1032
Diretor: Marcelito Trindade Almeida
E-mail: gabinete@teixeira.ifbaiano.edu.br
Ir para o Topo

icone-lei-acessibilidade-sem-fundo

Lei de Acesso a Informação