Início do conteúdo
Agroecologia
Última atualização: 02/10/2019 - 11:05 horas | Data de publicação: 15/03/2019 - 14:06 horas

Sobre o curso:

O Curso Superior de Tecnologia em Agroecologia forma profissionais para desenvolver, de modo pleno e inovador, atendendo aos desafios da produção agropecuária e agroindustrial com a utilização sustentável dos recursos naturais conciliando o conhecimento científico, tecnológico e tradicional para acolher os anseios da sociedade, principalmente, os relacionados à demanda de tecnologias sociais adaptadas aos biomas brasileiros visando o desenvolvimento com sustentabilidade.

Eixo Tecnológico: Recursos Naturais
Turno: Integral
Duração: 3 anos
Carga horária: 2640 horas

——————————————————————————————————————–

Ingresso:

A forma de ingresso ao curso de Tecnologia em Agroecologia, do IFBAIANO – Campus Uruçuca dar-se-á conforme estabelecido pela Organização Didática dos Cursos Superiores (Aprovada pela Resolução nº 19 – Conselho Superior/IFBAIANO, 22 de outubro de 2010; Revisão/Alteração Aprovada pela Resolução nº 18 – Conselho Superior/IFBAIANO, 31 de outubro de 2012, mediante:
I – Sistema de Seleção Unificada (SISU), considerando o desempenho obtido no Exame Nacional do Ensino Médio (ENEM);
II – Transferência interna por reopção de curso;
III – Transferência externa de outras Instituições devidamente credenciadas pelo Ministério da Educação (MEC);
IV – Portador de diploma de cursos superiores de graduação em áreas afins;
V – Convênio cultural.
Observação: Os itens II a V serão cumpridos mediante a existência de vagas e critérios definidos em edital específico.

——————————————————————————————————————–

Perfil do egresso:

O egresso do Curso Superior de Tecnologia em Agroecologia realiza diagnóstico, planeja, monitora e avalia participativamente cadeias de valor e da sociobiodiversidade, adotando métodos, técnicas e processos na formação, adequação e gestão de sistemas integrados de produção vegetal e animal sustentáveis, considerando o multiculturalismo e as potencialidades territoriais, para atuar especificamente em:

• Implantação, avaliação e adequação de sistemas agroflorestais biodiversos e sistemas integrados lavoura, pecuária e floresta;
• Execução de projetos para implantação e manejo de transição agroecológico de sistemas de produção;
• Coordenação de equipe multidisciplinar na organização, inspeção e acreditação de processos de certificação participativa e de auditoria em sistemas de produção vegetal, animal, agroindustrial e florestal;
• Promoção de processos de rastreabilidade, reconhecimento, desenvolvimento de selos, certificação de origem e indicação geográfica de produtos animais, vegetais, agroindustriais e florestais;
• Atuação na implantação, prospecção, desenvolvimento e gestão de produtos e processos para nichos de mercado agroecológico, comércio justo e sustentável;
• Promoção da identificação, resgate, conservação, produção e processamento de produtos da agrobiodiversidade e do extrativismo sustentável associado à cultura dos territórios;
• Aplicação e utilização de metodologias participativas na implantação e gestão de projetos de extensão e pesquisa agroecológica; Desenvolvimento de projetos de zoneamento, adequação e licenciamento ambiental de imóveis rurais e agroindustriais;
• Implantação e gestão de unidades de conservação e seu entorno;
• Contribuição na promoção de políticas de desenvolvimento sustentável e da Agroecologia, utilizando a abordagem sistêmica e o entendimento da complexidade da realidade agrícola e agrária, além da compreensão do funcionamento e organização dos agroecossistemas dos povos, comunidades, organizações e movimentos sociais;
• Atuação em projetos de conservação produtiva florestal sustentável, silvicultura tropical biodiversa e produtos não madeireiros;
• Coordenação de projetos de extensão inovadora e pesquisas participativas envolvendo equipes multidisciplinares para a promoção da agroecologia e desenvolvimento sustentável.
• Contribuição frente ao desenvolvimento da economia regional, considerando os saberes locais e tradicionais e o uso sustentável dos recursos naturais.
• Colaboração frente à formação de processos de governança democrática, redes sociais e formação de arranjos produtivos locais, aumentando o controle social e o empoderamento das comunidades;
• Promover o aperfeiçoamento contínuo a partir das mudanças nas condições de trabalho e desenvolvimento tecnológico, bem como propiciar o prosseguimento de estudos em cursos de pós-graduação;

——————————————————————————————————————–

Documentos importantes:

——————————————————————————————————————–

Estágio:

Regulamento Estágio
Roteiro estágio supervisionado
Termo de compromisso
ANEXO I: Carta de solicitação do estágio
ANEXO II: Declaração do Orientador
ANEXO III: Formulário de acompanhamento estagiário pelo supervisor
ANEXO IV: Modelo relatório final
ANEXO V: Formulário acompanhamento estagiário pelo professor

——————————————————————————————————————–

Contato:

Coordenação: Cinira de Araújo Farias Fernandes
E-mail: cinira.farias@ifbaiano.edu.br 
Vice-coordenação: Ariana Reis Messias Oliveira
E-mail: ariana.oliveira@ifbaiano.edu.br

Tel.: (73) 3239-2222 ramal 261

Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia Baiano – Campus Uruçuca

Rua Dr. João Nascimento – S/N – Centro, Uruçuca-Bahia, CEP: 45680-000
Tel.: (73) 3239-6500

Diretor: Daniel Carlos Pereira de Oliveira
E-mail: gabinete@urucuca.ifbaiano.edu.br

Ir para o Topo

icone-lei-acessibilidade-sem-fundo

Lei de Acesso a Informação