Início do conteúdo
Histórico
Última atualização: 13/02/2019 - 14:17 horas | Data de publicação: 18/05/2011 - 18:47 horas

          O Campus Uruçuca do Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia Baiano (IF Baiano) originou-se da antiga Escola Média de Agropecuária Regional da Comissão Executiva do Plano da Lavoura Cacaueira (CEPLAC), a EMARC – Uruçuca, fundada em maio de 1965.

           Ao longo de sua história, essa unidade de ensino profissional desenvolveu diferentes projetos, desde a Estação Experimental, criada em 1923 – sendo o primeiro centro de pesquisa de cacau do mundo – passando a Escola de capatazes e depois, em 1965, a Escola Média de Agropecuária Regional da Ceplac (EMARC), fortalecendo sua vocação para a formação de profissionais da região cacaueira baiana.

Escola de Capatazes (1944)

Escola de Capatazes (1944)

            Mas a grande transformação inicia-se a partir de 2008, com a lei 11.892, que institui a Rede Federal de Educação Profissional, Científica e Tecnológica e cria os Institutos Federais de Educação, Ciência e Tecnologia. Com essa transição, a EMARC transforma-se em Campus Uruçuca do IF Baiano, uma instituição de educação superior, básica e profissional, com caráter pluricurricular, especializada na oferta de educação profissional e tecnológica nas diferentes modalidades de ensino. A completa gestão da unidade pelo IF Baiano se efetiva a partir de 2010, com a posse do diretor-geral pro-tempore Euro Oliveira de Araújo.

            Sob a égide do Ministério da Educação, esse novo perfil institucional trouxe para a unidade novas dimensões para os antigos compromissos e responsabilidades sociais. Dentre os avanços, os institutos federais, criados pela Lei nº 11.892/2008, destinam 50% de suas vagas à educação profissional técnica de nível médio e 20% à formação de professores para a Educação Básica (licenciaturas), além de ofertar outras modalidades de cursos de graduação (tecnológicos, bacharelados e engenharias) e pós-graduação (lato sensu e strictu sensu).

              Com as mudanças implantadas, instauram-se novas parcerias entre a comunidade e a instituição, ocasionando a troca de saberes e o fortalecimento do tripé ensino, pesquisa e extensão. O Campus Uruçuca, inserido em meio à rica cultura cacaueira e às infindas belezas naturais da região, incentiva o desenvolvimento sul baiano, oferecendo perspectivas de incremento socioeconômico local e regional, além de ofertar educação de qualidade.

                   Para tanto, o Campus Uruçuca oferece, atualmente, os cursos:

                            – Técnico Integrado ao Ensino Médio em Guia de Turismo e Informática;

                            – Técnico Subsequente em Agropecuária, Agrimensura e Alimentos;

                            – Na modalidade de Ensino à Distância (EaD): Técnico em Vendas;

                            – Cursos Superiores: Técnico em Agroecologia, Técnico em Gestão de Turismo e Engenharia de Alimentos

                          – Cursos de Pós-Graduação: Desenvolvimento Regional e Sustentável, Ciência e Tecnologia de Alimentos com Ênfase em Cacau e Chocolate, Educação Científica e Cidadania.

             Com isso, o Campus Uruçuca visa auxiliar no preparo de profissionais eficientes em suas áreas, mas, acima de tudo, cidadãos conscientes de sua importância no cenário global e local, aptos a atuar nos diversos segmentos sociais, impulsionando o contínuo crescimento da Costa do Cacau.

 

18765568_866711590151679_6182280510620386275_n

Vista aérea do IF Baiano campus Uruçuca

 

Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia Baiano – Campus Uruçuca

Rua Dr. João Nascimento - S/N - Centro, Uruçuca-Bahia, CEP: 45680-000
Tel.: (73) 3239-2222

Diretor: Daniel Carlos Pereira de Oliveira
E-mail: gabinete@urucuca.ifbaiano.edu.br

Ir para o Topo

icone-lei-acessibilidade-sem-fundo

Lei de Acesso a Informação